"Há várias maneiras de vencer uma guerra. A segunda guerra mundial foi vencida com a bomba atômica. A guerra do Vietnã foi vencida por camponeses escondidos na floresta. Moisés ganhou uma guerra levantando os braços."

Zombaram do seu Rei, cuspiram no seu Rei, crucificaram o seu Rei. Mas Ele não disse nada, porque sabia que era por você. Então para de chorar e sorri um pouco! Cristãos
~Total Se Jesus voltasse agora você estaria Preparado?

Neko

theme by un-equal inspired in nee-d

indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 4,191 notes · reblog this
originally oh-delicia via ressuscita

Se tudo o que precisa
É a esperança encontrar
Siga em frente
Desvie-se dos buracos pelo caminho
Olhe pro alto
Onde Deus está
Quando se perder nEle
Se achará
E então entenderá
Que para se encontrar
Só precisa
A Ele achar.
Achado. Oceano. (via oceanmaps)

indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 23 notes · reblog this
originally oceanmaps via oceanmaps


indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 10,205 notes · reblog this
originally plasmatics-life via theonlyway4us

stripesandpeonies:

{Flower stand on the way to the beach} (at Pacific Coast Highway)


indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 20,212 notes · reblog this
originally stripesandpeonies via theonlyway4us


indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 49,295 notes · reblog this
originally beeslikehoney via theonlyway4us

Aprendi que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos.
William Shakespeare (via dna-de-deus)

indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 2,915 notes · reblog this
originally dna-de-deus via cartasutopia

Ele é o verbo. Ele é a poesia.


indiretas aqui: #*luzia gabrielle  
Posted 1 day ago with 6 notes · reblog this

Que a poesia salte do papel pro meu ser e ilumine minha vida.
— Talita Lima (via vivendo-a-poesia)

indiretas aqui:

primogenita:

"Rosa mel
Do meu
Encanto
Doce seu
Sorriso
Manso.
Rosa
Teu
Olhar sincero
Moço
Meu
Como eu te quero.”


indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 4 notes · reblog this
originally primogenita via primogenita

primogenita:

🐦 🐦 “Havia um passarinho
Que amava sonhar
E mesmo preso
Fazia de tudo pra se expressar
Ele tinha medo
Do que iriam achar
Mas deixou seus receios
E aprendeu a voar
Este passarinho
Era diferente
E mesmo em seu ninho
Fazia as loucuras
De cantar, escrever, desenhar e até pintar.
Onde já se viu um passarinho tão diferente?
Era de se admirar toda gente.
Mas tais loucuras
De certa forma o trazia a cura.
E dentro de si
Havia um tesouro
Que todos sentiam
Quando ouviam seu choro
Ou percebiam
Quando viam seu sorriso.
Mas certo dia
O passarinho em seu ninho estava a se expressar
O viram e começaram a o machucar
Transbordou lágrimas por todo seu mundo
E o profundo
Sentimento de angústia
Retirou toda sua astúcia
E o fez afogar.
Não cantava, pintava, sorria nem amava.
E aquele tesouro dentro de si
O fez flutuar.
E nesse mar de angústia
O passarinho voltou
A se expressar.
Mas até ele chegar à superfície
Ele adquiriu um novo dom
Nunca se viu
Em nenhum lugar
Um passarinho que além de ler, escrever, pintar, cantar e voar
Ainda sabia nadar.”


indiretas aqui:
Posted 1 day ago with 7 notes · reblog this
originally primogenita via primogenita